Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta Velha - Writer

31
Dez20

Finalmente está a acabar 2020!!

Marta Velha

 

Que 2021 nos possa trazer os abraços que deixámos de dar em 2020! Que nos traga de volta os sorrisos rasgados e não escondidos atrás de uma máscara!

Bom ano para todos! 

 

366 31-12.png

 

24
Dez20

Otimismo vs Confiança

Marta Velha

359 24-12.png

 

19
Dez20

E hoje o pensamento do dia diz:

Marta Velha

354 19-12.png

 

04
Dez20

Pensamento para hoje ;)

Marta Velha

339 4-12.png

 

19
Nov20

Perfeito! :)

Marta Velha

 

   

   -Perfeito!! - Gritei com as mãos levantadas para o céu. -Era só isto que me faltava! - O autocarro tinha partido, não sem antes me sujar de lama. 

     Estava desempregada, sem dinheiro e suja. Muito suja! Lá se ia a entrevista de emprego. Aquele emprego que me poderia salvar de ser expulsa do mísero quarto onde vivia. 

     -Que é que faço? - Sentia picadas nos olhos, pior era se começasse a chorar na rua. 

     -Desculpe... 

     Virei-me e deparei com Deus! E quando digo Deus é daqueles gregos! 

    -Ah perfeito! Morri atropelada pelo autocarro e estou no céu! Olá Deus! - Saudei o estranho que estava na minha frente e que era lindo de morrer! 

     -Acho que deixou cair o seu telemóvel naquela poça de... lama! 

     Perdi o sorriso, nem Deus me animaria. Desta vez não eram picadas que sentia nos olhos, eram lágrimas... Gordas! Quentes! Que me escorriam pela cara! 

    -Tenha calma! - Disse novamente o meu Deus. -Nada pode ser assim tão mau! 

    Dei a maior gargalhada dos últimos tempos. -Quer mesmo falar sobre isso?  

    O estranho apanhou o telemóvel, limpou-o e sorriu-me. Há quanto tempo não me sorriam assim?  

     -Quero! Tinha agora um compromisso mas pago-lhe um café!  

     Dei por mim lavada em lágrimas a contar os meus últimos dias aquele homem. Um Deus que não me parava de sorrir.  

    -Hoje é o seu dia de sorte. 

   Tive que rir novamente! E sem vontade!  

   -O meu nome é Paulo, e sou o seu novo patrão! Está contratada!

 

 

amor.jpg

 

17
Nov20

Porque acho mesmo que será uma excelente prenda! 'Avô, fala-me de ti!'

Marta Velha

 

Pensem num excelente livro para oferecer...

Agora pensem num livro cujo autor é o... avô!!

Sim, aqui está um excelente livro que todos os avôs (ou avós) merecem ter!

Quantas vezes já ouvimos dizer 'Ah, a tua história dava um livro!', pois bem! Este livro é simplesmente delicioso. Quando fui contactada para o receber ainda pensei duas vezes se aceitaria ou não, mas quando li o 'press release' aceitei! Aceitei e lembrei-me do avô do meu filho (o meu pai!), e com ele outros tantos que têm sempre histórias na ponta da língua.

'Quando eu era pequeno... ah a tua bisavó é que mas dizia... quando eu andava na escola... eu e os meus amigos só fazíamos asneiras... tantas vezes que dancei esta música com a vossa avó... no meu tempo é que era...'

Ao folhear estas deliciosas páginas lembrei-me de tantas e tantas histórias que o meu pai conta e que agora podem ficar imortalizadas!

Durante o livro o avô 'deve' responder a perguntas tão simples como:

'Que recordações tens da tua infância?'

'Conta-nos coisas sobre a tua mulher, nossa avó.'

'Gostavas do teu trabalho?'

Há também algumas 'páginas' em branco onde ficarão muito bem uma ou outra foto! 

 

Atrevam-se a oferecer e talvez fiquem surpreendidos com tantas e tantas histórias que o avô tem para contar! 

Mais informações aqui: https://www.familiam.pt/ 

 

 

avô.jpg

 

08
Nov20

Carta de amor!

Marta Velha

Ao meu anjo bom e doce: 

 

dizem que as cartas de amor estão fora de moda! Mas quererá isso dizer que o amor também está? Não acredito! 

Sabes todas aquelas palavras que nos ficam entaladas na garganta e custam a sair? Ou todas aquelas palavras que temos medo que alguém as ouça por acharmos que são ridículas? São essas mesmas palavras que vou aqui imortalizar! 

Por vezes tenho medo que tudo isto seja um devaneio de uma pobre louca de amor. Mas depois olho para tudo aquilo que já vivemos e no meu rosto rasga-se um sorriso do tamanho do mundo e capaz de iluminar toda uma cidade! Dizem que é um dos sintomas do amor! E eu acredito... 

A respiração torna-se ofegante, tudo aos meus olhos é uma miríade de cores! Cores suaves mas que intensificam todos os meus sentidos! Amor! Dizem que é um dos sintomas do amor! E eu acredito... 

Todas as músicas me fazem lembrar de ti! Pior, todas as músicas foram escritas para nós! Dizem que é um dos sintomas do amor! Tenho mesmo que acreditar! 

Todos os minutos que passo contigo são poucos, e passam tão depressa! Dizem que é assim quando se ama! Uma hora parece um minuto mas um sorriso parece a eternidade!  

Meu anjo, o teu olhar diz-me tanto! Sossega os meus medos e acalma as minhas ansiedades! A tua mão na minha aquece-me a alma e faz promessas silenciosas que sei que cumprirás. 

Amo-te! Por muito ridículo que esta palavra possa parecer, amo-te! E por mais ridículas que sejam as cartas de amor, vou escrever-te sempre uma! Sei que ficarás deliciado a lê-la, sei que irás esboçar um sorriso ao ler as minhas palavras. Sei que fecharás os olhos e inalarás o odor suave do papel. Sei que te lembrarás dos nossos beijos e de todas as juras que fizemos por amor! Sei que te lembrarás de todas as tardes passadas enroscados no sofá, de todos os nossos suspiros! Sei que terás vontade de fazer amor comigo! E acredita meu amor, será recíproco!  

Amo-te! Amo-te e quero a eternidade contigo! 

Sabes, dizem que o amor nos obriga a fazer coisas ridículas. E eu acredito! Como daquela vez que dançámos à chuva! Só dois loucos de amor o fariam!  

Um dia vamos sentar-nos num banco de jardim, teremos 80 anos, 60 de vida em comum! E vamos rir de tantas lamechices que fizemos e dissemos. Vamos contar a história aos nossos bisnetos, e eles vão rir! Vão rir porque já ninguém escreve cartas de amor! Vão rir, porque já ninguém diz 'amo-te'! Mas tenho a certeza que vão ficar muito orgulhosos de nós! Porque a nossa história será a deles também! 

Meu anjo, já ninguém escreve cartas de amor! Mas as palavras escritas têm um poder tão forte! Duram uma eternidade! E agora ao imaginar o teu sorriso esboço um também! Sei que me amas. Sei que farás tudo por mim! Sei que a eternidade é nossa! E mesmo que um dia atravessemos dias de tempestade onde coisas menos boas serão ditas pela mesma boca que diz amo-te, não importa! Não importa porque logo a seguir a paz regressará à nossa mente! O sorriso será mais tímido, mas o ‘amo-te’ e o ‘desculpa’ virão logo a seguir! Daremos as mãos e a caminhada continuará lado a lado!  

Meu anjo, fica com estas tão simples palavras. Sinceras! De amor! De muita gratidão! E lembra-te que o amor move montanhas e desvia rios. 

Amo-te e quero que tenhas uma certeza – esta será a primeira de muitas cartas de amor!  

 

Daquela que te ama!

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D