Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta Velha - Writer

09
Dez19

E tudo o mar levou! :)

Marta Velha

“-Nós homens do mar amamos muito a nossa profissão. Acontecem desgraças, pensamos na nossa vida, mas não a conseguimos largar. Está-nos no sangue.” – Abanou a cabeça.
“-Tem mulher?” – Perguntou sem pensar muito no que perguntava.
“-Não! Já ninguém quer um pescador. E eu não quero ver nenhuma mulher a chorar sempre que parto para o mar! É muito difícil. Acredite que é!”
“-A mim sempre me disseram para não amar um homem do mar!”
“-E disseram-lhe com razão.” – Baixou os olhos. Queria mesmo abraçá-la.
Inês sentiu-se frágil naquele momento. Afinal aquele era o seu mundo. Um mundo que a mãe lhe quis roubar mas que a avó a obrigou a recuperar. Estava a passos de romper de vez com tudo aquilo. E de nunca mais voltar ali.
“-Não consegui abrir o velho livro.”
Frederico deu uma gargalhada. “-Se eu lhe confessasse as vezes que abri o da minha irmã sem ela saber! Ui!” – Inspeccionou o cadeado. Estava bastante enferrujado. “-É um cadeado bastante velho. Deve ter anos. Quer mesmo saber o que está aqui dentro??”
“-A culpa é sua! Disse que aí podiam estar segredos da minha família e há anos que não sou cusca!” – Fez uma careta.
“-Deve haver uma faca na cozinha. É mais fácil abri-lo.”
Frederico abriu o cadeado com muito jeito. “-Já está. Agora pode ler tudo com atenção.” – Sorriu.
Inês passou os dedos pelas letras douradas. Dirigiu-se para o sofá e sentou-se.
Frederico apercebeu-se que ela parecia meia enfeitiçada. Ia a sair de fininho quando Inês o olhou.
“-Fique. Quero partilhar consigo o conteúdo deste livro.”

 

mar levou imagem.jpg

 

22
Nov19

E tudo o mar levou!

Marta Velha

24 de Junho de 1926
Quando a minha mãe me ensinou a escrever achei que nunca ia precisar. Um homem que vai ao mar não precisa de saber letras! Mas, hoje que faz um ano que ela partiu, e um ano desde que comecei a ler este seu diário, sei que me era preciso. Hoje sei que o meu pai morreu. Não o pai que me criou e que sempre amei como sendo o meu pai verdadeiro. Nunca desconfiei que o Maravalhas não fosse mesmo o meu pai! Nunca me contaram… Não me sinto triste por isso. Segundo a minha mãe o mar levou o meu verdadeiro pai! Este monstro, como ela lhe chamava. E agora compreendo muita coisa. Compreendo o seu medo quando aprendi a nadar, compreendo o seu medo quando fui ao mar pela primeira vez. Mãezinha, foste uma mulher de armas e eu amo-te muito. Onde quer que estejas protege-nos, pede a Deus por nós.
Os meus filhos e a minha mulher vão saber onde está este diário. Passará o tempo mas este livro viajará pelos nossos familiares. Histórias heróicas serão contadas. Homens do mar serão honrados.
Artur Maravalhas

 

 

 

Capa - e tudo o mar levou.jpg

 

20
Nov19

Boooooooooooooom diaaaaaaaaaaaaaaaaa!! :)

Marta Velha

bom bom dia.jpg

 

11
Nov19

Pensamento do dia! :)

Marta Velha

PENSAMENTO.jpg

 

08
Nov19

E tudo o mar levou! :)

Marta Velha

Dezembro de 2015
Já é inverno. Frio. Chuva. Vento. É tudo o que me espera quando vou à rua.
Estamos perto do Natal. E já sei qual é o presente que vou dar ao Frederico! Ele nem imagina.
Sempre que o vejo ir ao mar o meu coração aperta-se! Tenho tanto medo que ele não volte! Tanto medo que o mar o leve para longe de mim.
Tenho medo de ser mais uma a perder o marido nas ondas do mar, mais uma a dar razão ao poeta quando diz: oh mar salgado quanto do teu sal são lágrimas de Portugal…Quantas noivas ficaram por casar.
É esse o meu segundo presente. Aceitar o anel de noivado que foi da avó de Frederico e casar com ele. Depois do bebé nascer será mais fácil. Sim, estou grávida e muito feliz! Sei que ele também ficará. Amamo-nos e isso, nenhum mar pode separar. Sou feliz, feliz na Póvoa. Sou feliz por ser poveira.
Inês

 

 

 

mar levou imagem.jpg

 

04
Nov19

Que seja uma semana maravilhosa! :)

Marta Velha

boa semana.jpg

 

17
Out19

Porque hoje está um dia de chuva pra lá de maravilhoso! :)

Marta Velha

CHUVA.jpg

 

16
Out19

Booooooom diaaaaaaaaaaaaaaa!! :)

Marta Velha

plantar.jpg

 

14
Out19

E tudo o mar levou! :)

Marta Velha

Capa - e tudo o mar levou.jpg

Abril de 1982

A minha menina já corre tudo. Fala que nem um papagaio. Tem um sorriso do tamanho do mundo. Quando estou nas ondas do mar debaixo de uma tempestade tremenda, só me lembro do sorriso dela! Daquela mãozinha maravilhosa a dizer-me adeus e da sua voz de anjo a dizer que gosta de mim! Penso nela e na minha mulher tantas e tantas vezes.
O meu pai foi levado pelo mar. A minha Antonieta chorou tanto! O meu coração partiu-se por muitas razões, pela perda do meu pai, pela angústia na cara da minha mulher e por a minha menina estar meia perdida sem saber o que se passava. Se calhar vou procurar outra vida para mim! Não suporto a angústia no rosto da minha mulher!

Adriano Maravalhas

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D