Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta Velha - Writer

31
Mai16

Beijos... Mini conto :)

Marta Velha

Fujo porque os nossos beijos perderam o sabor…

Fujo porque quero viver com a recordação do que eles eram, como eram e como me faziam sentir! Quero recordar aquele sabor a primavera sempre que me beijavas! Aquele sabor de música suave que me fazia pairar no ar! Aquele sabor lento que me percorria o corpo e a mente! Aquele sabor único de fechar os olhos lentamente e de vaguear nos teus braços por entre as carícias! Fujo mas olho para trás na esperança de perceber o que aconteceu! Que volte aquele sabor singular de sentir as nossas línguas numa dança desenfreada! Que volte o sabor das gargalhadas que dávamos sempre que ficávamos sem ar! Fujo… Mas tenho esperança de mais à frente te encontrar! Esperança que me arrebates desta sensação insossa que de repente os nossos beijos ganharam! Foge também meu amor! E talvez aí tudo ganhe um novo sabor! Talvez a culpa seja minha, ou tua mas que volte aquele sabor intenso que me fazia viajar ao mundo do prazer!

Fujo… Fujo porque os nossos beijos perderam o sabor…

 

beijo.jpg

 

25
Mai16

Larga tudo e vem comigo!

Marta Velha

maos-dadas-Medium[1].jpg

 

‘Larga tudo e vem comigo!’ – Estas foram as tuas palavras logo a seguir a um beijo que me levou ao céu! Ao ouvi-las parece que o meu mundo parou! Olhei-te intensamente, queria saber se estavas a brincar! Mas nos teus olhos vi amor, paixão e súplica! Pareciam suplicar por uma resposta!

Repetiste baixinho: ‘Larga tudo e vem comigo!’ E desta vez os teus olhos gritaram ‘Por favor!’

Rasguei um sorriso. Tinhas o meu amor mas querias mais! Eu queria mais! Queria poder acordar a teu lado! Todos os dias! Queria poder fazer amor contigo! Todos os dias! Queria poder correr pelos campos contigo a meu lado e gritar aos sete ventos ‘amo-te!’

‘Larga tudo e vem comigo!’ – E os teus lábios colaram-se aos meus novamente. Os nossos corações pareciam tambores a anunciar uma guerra! O ar dos nossos pulmões queria fugir para nunca mais voltar!

Os teus braços rodearam o meu corpo… Tinhas a certeza de qual seria a minha resposta.

“-Dá-me a tua mão e guia-me nesta aventura que será a nossa vida! Porque por ti, largarei tudo e seguir-te-ei para onde fores! Amo-te!”

 

18
Mai16

Escolhas... Mini conto :)

Marta Velha

Escolheste partir! E eu odiei a tua decisão, queria que lutasses por ti, por nós! Chorei porque achei que não me amavas da mesma maneira que eu te amava a ti. Escolheste partir e o meu coração ficou em mil pedaços e naquele instante achei que nada nem ninguém o voltaria a colocar no lugar!

A despedida foi breve. Todos nós te amávamos! Tanto! E sabíamos que tinhas tanto para dar! Porque é que não lutaste mais um pouco? Tantas vezes te vi cansado da luta, mas nunca te tinha visto baixar os braços como naquele dia chuvoso… E nós que amávamos os dias de chuva, para ficar enroscados no nosso sofá.

Escolheste partir… Mas a minha escolha era ficar contigo para sempre! Custou a aceitar que a tua escolha era melhor que a minha! Estava a ser tão egoísta… Hoje sei que a tua escolha foi porque me amavas!

Afinal as nossas escolhas eram tão diferentes mas com um mesmo fim: o amor que sentíamos um pelo outro.

 

07
Mai16

O que não me dizes em palavras... Mini conto :)

Marta Velha

IMG_4959.JPG

O que não me dizes em palavras é-me dito em actos. Amo-te! Todos os dias tem sido uma autêntica aventura a teu lado.

Gostas de mim pelo que sou, reconheces os meus defeitos, amas as minhas virtudes! És especial! Único! Amigo! Quero-te como quem precisa de respirar!

Acorda-me todas as manhãs com um sorriso, porque isso sim, faz-me falta! O teu sorriso, o teu olhar, dizem-me o que sentes sem palavras!

E se algum dia tiveres que partir, fá-lo pelos dois! Porque isto sim, é amor! Deixar-te-ei partir se essa for a tua vontade! Deixar-te-ei ficar até te cansares! E ficarás até à eternidade porque só assim serei feliz!

E se um dia olharmos para trás que seja para ver a felicidade que nos perseguiu.

 

 

06
Mai16

Tenho esperança... Mini Conto :)

Marta Velha

20160501_153834.jpg

 

O vento açoitava-me a pele, acariciava-me o rosto e sussurrava-me o teu nome. Ali sentada no areal da praia tinha esperança de te encontrar. Foi ali que nos vimos pela primeira vez. Vinhas a correr, a tua pele brilhava mais que mil diamantes, tinhas um sorriso no rosto e o cansaço nas pernas. Eu passeava à beira mar para esquecer o terrível dia que tinha tido. Passaste por mim e sorriste. Continuaste a tua corrida e eu parei a minha marcha. Fiquei parada a olhar as ondas do mar. Iam e vinham tal como os meus pensamentos. Com o meu olhar procurei o teu e eras apenas uma mancha no horizonte.

Hoje busco por ti novamente, tenho esperança que venhas a correr em minha direcção. Quero ver novamente o teu sorriso. Quero que me abraces e que digas que tudo ficará bem. Quero sentir o aperto das tuas mãos nas minhas. Quero ouvir o teu sussurrar. Sentir a tua respiração. Sinto a tua falta.

Fecho os meus olhos e ouço o vento chamar por ti. Volta por favor. Sabes como te amo, sem ti tenho medo deste vazio… E o mar que teima em sussurrar o teu nome.

E assim de repente parece que o vento te trouxe para mim, os teus braços envolveram-me, a tua boca procurou a minha, o teu sussurrar acalmou-me e eu desejei que nada disto acabasse…

Sabes como te amo…

 

04
Mai16

Passatempo com oferta de livro!! (para quem tem facebook)

Marta Velha

Está um passatempo a decorrer na minha página de facebook com oferta de um livro!

 

Atrevam-se

 

https://www.facebook.com/autora.martavelha/posts/1918462268380237?qsefr=1

 

 

Boa sorte

 

 

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D