Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta Velha - Writer

Marta Velha - Writer

Meu amor! :) (mini conto)

16.09.16, Marta Velha

ccarta.jpg

 

     Meu amor:

     Hoje resolvi colocar por escrito tudo o que há muito te quero dizer. Tudo o que fica entalado na minha garganta sempre que te vejo. Sabes como são as palavras, não sabes? Passeiam na nossa mente, brincam até, voam como se fossem borboletas num dia de primavera! Mas nunca, nunca são ditas no momento exato! Mas hoje ganhei coragem! E hoje vou obrigar todas estas palavras a dançarem no papel, apenas porque necessito de confessar!

     Amo-te! Amo-te muito! Tanto que quando te olho o meu coração dispara, quer saltar-me do peito e fugir para junto de ti. Este mesmo coração que é teu mesmo sem tu saberes! Fico com vontade de te abraçar, sentir o calor do teu corpo, sentir o teu odor. Esse odor que me embriaga sempre que estás perto de mim. Esse odor tão teu e que eu reconheceria no meio de uma multidão! Quero que o brilho do teu olhar seja mais forte porque brilha por nós!

     Amo-te! Amo-te muito! Tanto que chega a doer! Uma dor que apenas se acalma quando sorris! A tua voz tem o dom de me sossegar, mas mesmo assim não tenho coragem para te confessar tudo. As palavras não me saem da pela boca, mas agora estão aqui expostas à tua mercê! E podes lê-las e entende-las como te aprouver!

     Amo-te! Amo-te muito! Tanto que recordo o som da tua gargalhada e o efeito que ela tem em mim. Faz-me arrepiar como se fosse uma música que me toca na alma. Saber que estás feliz deixa-me menos ansiosa. Queria ter coragem para te olhar nos olhos, esses olhos castanhos que são o espelho do ter ser! Um ser que para mim é maravilhoso. Bom! Doce! Ternurento!

    És o meu anjo! Porque sem o saberes estás sempre comigo, no meu coração! Queria segurar a tua mão, dizer que te amo, que quero ser tua, que quero caminhar a teu lado sempre, vislumbrar o futuro, o nosso futuro! Mas tenho medo…

     Amo-te! Mas e se tu não me amas? Mas e se tu não te acalmas quando me vês? Mas e se o teu coração não dispara quando estás comigo? Mas e se perderes a gargalhada quando leres esta minha carta? Mas e se eu perder a tua amizade porque o que sinto é muito mais que isso? É amor… Por favor, não percas é o brilho do teu olhar por causa destas palavras! Não! Não suportaria ver os teus olhos sem a alegria contagiante que têm!

     Meu amor…

     Hoje resolvi colocar por escrito tudo o que há muito te quero dizer! Amo-te! Mas o medo de te amar também faz o meu coração disparar! Também faz doer, é uma dor tão forte como se… Como se me estivessem a arrancar o peito!

     Meu amor… Sonho com um futuro!

     Um futuro onde os dois estaremos sentados no nosso sofá, rodeados pelos nossos filhos, netos e bisnetos! E com tantas histórias para contar! Sonho… um sonho que parece tão simples mas que apenas é realizável se tu também me amares…

     Amo-te e as lágrimas correm pelo meu rosto não porque sim mas porque tenho medo! Este medo que anda de mãos dadas com o amor que te sinto! Medo de ter que guardar este amor no meu coração só para mim e só para te ver feliz!

     Meu amor…

     Hoje resolvi colocar por escrito tudo o que há muito te quero dizer!

     Amo-te!

     E talvez um dia os nossos corpos se unam numa dança! Só nossa! Sensual! Lenta! Suave… Talvez os nossos sabores se fundam! Talvez agarres a minha mão e me faças viajar!

      Talvez um dia possamos ouvir, juntos, o som dos nossos silêncios! Talvez um dia possamos olhar juntos na mesma direção!

     Talvez tudo isto seja possível porque hoje resolvi colocar por escrito tudo o que há muito te quero dizer. E se tu também tiveres palavras para avivar este amor, por favor não as guardes só para ti! Partilha-as comigo! Porque muito pior que nada dizer é sofrer por não o ter feito!

     Amo-te! Amo-te muito! E hoje resolvi colocar por escrito o que há muito te quero dizer.

     Talvez um dia possamos rir juntos desta minha loucura de te escrever! Mas se assim for, se ambos estivermos a rir juntos, é sinal que a vida nos uniu! É sinal que o teu coração também é meu, apesar de tu nem desconfiares de tal!

     Amo-te! Amo-te muito! E hoje resolvi colocar por escrito o que há muito te quero dizer.

     Desta que tanto te ama e quer,

    

 

 

Texto inserido no colectânea Arte pela Escrita Nove