Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta Velha - Writer

Marta Velha - Writer

Desafios 11! Para recordar :)

28.01.22, Marta Velha
Hoje perguntei-me durante todo o dia qual a palavra que te diria vezes sem conta. Sabes, andei todo o dia nisto! E achava que uma só palavra era muito pouco para definir tudo aquilo que representas para mim. Na minha mente passa tudo o que sinto por ti, passa a estranha maneira como nos conhecemos e até aqueles rápidos encontros ao final do dia. Dou por mim a sorrir, não daqueles sorrisos rápidos que damos a algum conhecido na rua, mas um sorriso rasgado que teima em não desaparecer. Depoi (...)

Desafios 7 ! Para recordar :)

24.01.22, Marta Velha
Alice olhava para a janela e sorria. Um sorriso distante mas que dizia tudo o que ia na sua alma. Tinha corrido quase a fugir, quase com medo de perder o comboio, quase com medo do que tinha acontecido e agora no seu interior revia as horas que tinha passado com David. Quem diria? Um simples engano num e-mail, uma troca de palavras durante dois meses e agora tinham finalmente estado juntos. Quando o viu parado junto à porta da estação de S. Bento reconheceu-o logo! Alto, charmoso, (...)

Desafios 6 ! Para recordar :)

23.01.22, Marta Velha
“-Adoro este autor!” – Pousou o livro e sorriu. “-As suas descrições são tão boas que nos obrigam a sentir tudo pelo que as suas personagens passam. E é maravilhoso sentir o amor, sentir a paixão, sentir o medo, sentir a raiva, sentir o desejo…” – Abraçou o livro. Frederico olhou-a com amor. Há quanto tempo se sentia assim? Tempo demais para saber que estava perdido de amores por Anabela. “-Parece que te estás a sentir muito bem com o que leste!” “-Muito bem (...)

Desafios 5 ! Para recordar :)

22.01.22, Marta Velha
“-Foi um milagre! Ele acordou…” “-Vais contar-lhe?” Sofia olhou para Ângela. “-Não tenho coragem!” “-Esteve em coma dois anos! Tem direito a saber o que fizeste por ele!” “-Nem sei se ele se lembra de mim!” “-Tens de contar-lhe tudo! Ele merece saber. Lembrando-se ou não de ti. Tu estiveste sempre lá. Dois anos seguidos.” Sofia tentou acalmar-se entrou no quarto onde um paciente ainda muito debilitado descansava. Os exames revelaram que estava tudo bem com (...)

Desafios 2 ! Para recordar :)

19.01.22, Marta Velha
Olhou para o que tinha escrito, para as alegações finais. Aquela sentença salvaria a sua vida! Era a última oportunidade que tinha. Se os condenasse iria encontrá-la. Sentou-se quando toda a sala se levantou. Olhou para muitos rostos que ali estavam. Margarida e Afonso estavam em lados opostos. Margarida parecia entediada com tudo! Tinha feito acusações sem nexo! Mas quando olhou para Afonso… Aquele brilho. “-O estranho caso da Margarida e do Afonso é decidido hoje, não (...)

Desafios 1! Para recordar :)

18.01.22, Marta Velha
Margarida caminhava pela rua calmamente. Olhava as montras, precisava de dois presentes. Um para Francisco, outro para Filipe. Pai e filho faziam anos no mesmo dia. Tinham sofrido para serem pais! Dez anos de desespero, mas finalmente chegou a notícia, estava grávida! Ouvia um som distante. “-O meu telemóvel.” – Procurou-o na mala e ficou admirada ao ver um papel. Abriu-o e leu uma mensagem que a deixou pensativa. ‘Quando abrires os olhos verás’ “-Que estranho!” – (...)

Era o que me faltava! :)

10.11.21, Marta Velha
Para recordar!  -Perfeito!! - Gritei com as mãos levantadas para o céu. -Era só isto que me faltava! - O autocarro tinha partido, não sem antes me sujar de lama. Estava desempregada, sem dinheiro e suja. Muito suja! Lá se ia a entrevista de emprego. Aquele emprego que me poderia salvar de ser expulsa do mísero quarto onde vivia. -Que é que faço? - Sentia picadas nos olhos, pior era se começasse a chorar na rua. -Desculpe... Virei-me e deparei com Deus! E quando digo Deus é (...)

Onde estás? 2014 - Antologia entre o sono e o sonho - Chiado Editora

04.11.21, Marta Velha
  Sinto o meu olhar a pesar Os meus olhos cedem e fecham-se, Mergulho por um sono leve… Procuro-te em todo o lado. Quero encontrar-te! Corro! Clamo por ti! Queria gritar o teu nome… As minhas pernas vacilam Quero correr mais. Encontrar-te! Grito aflitivo sai do fundo de mim! “-Onde estás?” Olho em redor. Busco pelo teu olhar doce e calmante… Ali, estás ali… Sorrio, Abraço-te como se estivéssemos sem tempo. Beijo-te como se o amanhã fosse inatingível O teu olhar diz-me (...)

Poema-me!! E este é de 2016 :)

28.10.21, Marta Velha
Beija-me!Aperta o teu corpo contra o meu.Faz-me ser tua.Ama-me!Olha-me nos olhos.Pousa a tua boca na minha.Deixa-me sentir o teu sabor.Abraça-me!Deixa que os nossos corpos se unam,Numa dança nua,sensual,suave.Sente-me!Agarra a minha mão.Faz-me viajar.Toca-me!Ouve o som do meu silêncio.Sente o bater do meu coração.Lê o que escreve o meu corpo.Suspira-me!Faz-me querer correr!Obriga-me a parar!Faz-me olhar-te nos olhos!Beija-me,ama-me,abraça-me,sente-me,toca-me,suspira-me.Poema-me!    Image (...)

Outono! :)

22.09.21, Marta Velha
"-E ali, debaixo daquela chuva de folhas de mil cores, naquele dia quente de Outono, disse-te o que sentia por ti. Olhaste-me nos olhos, vi amor. E os teus lábios tocaram nos meus num beijo suave mas intenso. Sabia que seria eterno..."