Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta Velha - Writer

Marta Velha - Writer

Quatro estações! Para recordar! :)

17.04.24, Marta Velha
     Ainda bem que abriste a janela! Sentia-me a sufocar! Já é Verão, como passou rápido! Como é maravilhosa esta sensação do calor a banhar-me o rosto, ah e esta brisa ligeira que se sente e que me desalinha o cabelo? Também tens a sensação que as pessoas andam mais felizes nesta altura? Juro que até ouço as gargalhadas de quem passa lá em baixo! Se fechar os olhos e inspirar sinto o leve odor a mar, a protetor solar e a alegria que paira no ar!  Anda para o meu lado! (...)

E tu, já tens o teu?

07.02.24, Marta Velha
       E tudo o mar levou, o meu número cinco como carinhosamente gosto de lhe chamar!         A ideia surgiu numa visita à cidade da Póvoa de Varzim, depois de ler sobre a tragédia passada em 1892, nos azulejos da fachada da igreja da Lapa, imediatamente a ideia surgiu! E cá está ela, em forma de livro,  desde 2019!       Atrevam-se a conhecer este meu trabalho!! 

Para recordar! :)

19.01.24, Marta Velha
Olhou para o que tinha escrito, para as alegações finais. Aquela sentença salvaria a sua vida! Era a última oportunidade que tinha. Se os condenasse iria encontrá-la.Sentou-se quando toda a sala se levantou. Olhou para muitos rostos que ali estavam. Margarida e Afonso estavam em lados opostos. Margarida parecia entediada com tudo! Tinha feito acusações sem nexo! Mas quando olhou para Afonso… Aquele brilho.“-O estranho caso da Margarida e do Afonso é decidido hoje, não haverá (...)

Para recordar! :)

07.01.24, Marta Velha
Era um dia de inverno como tantos outros que eu já tinha assistido. O vento forte agitava tudo em redor, o frio envolvia-me nos seus braços, mas eu gostava daquela sensação de frio a percorrer-me o corpo. O areal, à minha frente, era tão extenso! Não sei se terei coragem para o percorrer todo e depois voltar para o meu porto seguro. Estou sem ti há tanto tempo… Qualquer segundo é tempo demais quando se ama. E eu amo-te! Não sei o que aconteceu ao nós! Sei apenas que neste (...)

Paixão Alucinante! :)

04.10.23, Marta Velha
Ler às 22h! Livro 'Paixão alucinante'-Bruno, Bruno! Não achas que estás a passar tempo demais com a minha namorada? – Fez um tom de voz áspero e seco.O rapaz olhou-o bastante admirado.-Desculpa, estava apenas a fazer-lhe companhia. Só isso!-Ah quer dizer que és de opinião que deixo a minha namorada sozinha!!?? É isso?? – Fez cara de aborrecido. Cruzou os braços o que deixava salientar os músculos do peito fazendo-o parecer maior.Bruno ficou notoriamente atrapalhado.-Mas eu (...)

Paixão Alucinante! :)

03.10.23, Marta Velha
Ler às 22h!Livro 'Paixão Alucinante'-O tio é solteiro, mas adora gente jovem. Sempre trouxe aqui os meus amigos. Ele adora ver a casa cheia de gente. Gosta de se divertir. Sim…é sempre assim! – Sorriu.Lara olhava-o com atenção. Sim, era mesmo igual a Mário. Fotocópia com metade da idade. Quase que desatava a rir quando reparou que até o mau gosto para calções de banho era igual.Bruno continuava a falar do tio com Lara, esta respondia com uns simples ‘anh, sim, pois, a (...)

Paixão Alucinante! :)

30.09.23, Marta Velha
Ler às 22h!Livro 'Paixão Alucinante'Sentou-se na cama, olhava fixamente para Guilherme que começou a tirar algumas das suas coisas da mala.-Tás cá com uma cara! – Fingiu-se assustado.-Estava aqui a imaginar qual a melhor maneira de te apertar esse pescoço, deixar-te com a língua de fora e mais roxo que uma beringela!! – Lara mexeu as mãos como se estivesse a apertar alguma coisa.-Uau! Acabei de ver a morte à minha frente! Nem sei se é seguro dormir aqui contigo!-É melhor que (...)

Paixão Alucinante! :)

26.09.23, Marta Velha
Ler às 22h! Livro 'Paixão alucinante'-Estou tão nervosa! A Carmen não devia ter-nos colocado nesta situação! – Deu o braço a Guilherme.-Pois, eu também não gosto muito da ideia, mas arrastou-me para isto e quando dei por mim já tinha dito sim!-Se as coisas correm mal ela arranca-nos o escalpe e faz um casaco com ele! – Fez um barulho estranho com a boca como se estivesse a sofrer dores agonizantes.Guilherme achou piada às caretas que ela ia fazendo e sorriu.-Vá, o jantar (...)

Paixão Alucinante! :)

17.09.23, Marta Velha
Do livro 'Paixão Alucinante'  Todos os finais de dia, a sua rotina era igual. Passar na escola para ir buscar a sua pequena princesa.-Papá!! Hoje a senhora do cabelo que cheira bem esteve aqui na minha escolinha!! – E sem olhar para o pai continuava a brincar com a boneca. -E deu-me muitos ganchos e fitas para o cabelo! E fez-me totós e eu também fiz a ela!!Guilherme notava que a sua menina estava feliz o que também o deixava com maior animo.-Nota-se que adoraste a tua tarde!!-Sim! (...)